RONCO

Pessoas que roncam alto são frequentemente alvo de piadas ruins e muitas vezes de cotoveladas no meio da noite, mas o ronco não é brincadeira. Embora perturbador ronco alto é na melhor das hipóteses um problema social que pode prejudicar os relacionamentos. Para muitos homens, mulheres e até crianças, alto ronco habitual pode ser sinal de uma doença potencialmente fatal: Apneia Obstrutiva do Sono, ou AOS.

 

Como se manifesta o Ronco?

 

O ronco ocorre quando as vias aéreas ou passagem através da qual nós respiramos torna-se parcialmente bloqueada ou obstruída. Um exemplo seria uma língua que cai para trás quando entramos na fase do sono mais profundo. À medida que o diâmetro ou tamanho da passagem das vias aéreas vai diminuindo, o resultado final é um som abafado secundário à vibrações na garganta, ou ronco.

Em muitas situações, o comprometimento é pequeno e o corpo continua a receber a quantidade adequada de oxigênio causando pouco ou nenhum mal. No entanto, este é um sinal de alerta, pois também pode ser um dos sinais precoces ou já uma parte da apneia do sono. A maioria dos que sofrem de apneia do sono roncam entre as séries de apneia, ou interrupção de oxigênio. Um estudo do sono deve ser feito para determinar a gravidade da condição do paciente.

 

As chances são de que o seu cônjuge, outros membros da família, ou seus colegas de trabalho, fiquem preocupados com o problema. Eles também sofrem com o ronco barulhento, ou sentem os sinais de um corpo que não está dormindo bem à noite, pois ficam sonolentos durante o dia. Recentemente, uma condição conhecida como "ronco secundário" foi pesquisada, e ficou demonstrado que custa ao parceiro de cama de um roncador uma média de 1,5 horas de sono a cada noite. Roncar, na verdade, foi igualmente demonstrado ser uma das principais causas de divórcio.

 

Quais são os sintomas ronco e apneia do sono?

 

• Acordar após uma noite inteira na cama e sentir cansado

• Acordar com dor de cabeça

• Sonolência durante o dia

• Adormecer durante o dia

• Falta de Concentração durante o dia

• Acordar durante a noite com uma sensação de falta de ar

• Diminuição do comportamento psicomotor, como a atividade sexual

 

Esses sintomas são mais comuns às pessoas que roncam durante o sono. Já as pessoas que sofrem de Apneia Obstrutiva do Sono tem esses e outros sintomas mais fortes (Ver página Apneia).

 

O ronco não é necessariamente Apneia Obstrutiva do Sono (AOS)

 

É importante distinguir entre o ronco e AOS (Ver página Apneia). Muitas pessoas roncam e estima-se que aproximadamente 30% a 50% da população ronca uma vez ou outra, de maneira significativa. Todo mundo já ouviu histórias de homens e mulheres cujo ronco pode ser ouvido quartos de distância de onde eles estão dormindo.

 

Ronco dessa magnitude pode causar vários problemas, incluindo discórdia conjugal, distúrbios do sono e episódios de acordar no meio da noite por causa do seu próprio ronco. Mas, o ronco nem sempre é igual a AOS, às vezes é somente uma inconveniência social. Ainda assim, mesmo sendo apenas uma inconveniência social pode necessitar de tratamento, e há várias opções disponíveis para roncadores crônicos (Ver páginas Tratamento e Aparelho Anti-Ronco).

 

A solução com o Aparelho Anti-Ronco e Apneia

 

O Aparelho Anti-Ronco e Apneia desenvolvido pelo Dr. Prenticesidinei de Oliveira trata tanto o ronco e apneia obstrutiva do sono (AOS), avançando a mandíbula para frente. É um dispositivo feito sob medida que consiste em placas dentárias superiores e inferiores com um único mecanismo de acoplamento. Se necessário, um componente pode ser adicionado para tornar o dispositivo ajustável, fornecendo níveis incrementais e ajustáveis de avanço da mandíbula, que melhora a eficácia e nível de conforto do tratamento, pois a mandíbula é movida apenas na medida em que é necessária para aliviar o ronco e eliminar os riscos da AOS. (Ver mais detalhes na página Aparelho Anti-Ronco)

Agende hoje mesmo uma consulta com o Dr. Prentice pelo telefone 11 5044-7477 ou através da página Fale Conosco!